O Blog Em Busca do Conhecimento está realizando um diário de reflexões do dia e com atualizações automáticas. Acompanhe!
Em breve, mais novidades do Blog que está com mais de 100.000 visitações!

VEJA: Como calcular a nota do ENEM 2010?

terça-feira, 12 de outubro de 2010

É professor? Do Estado? Votou na gangue do Aécio? “Fi, cê tem “pobrema”

Após brigar, esbravejar, xingar e até ofender os nossos caros colegas professores, principalmente os da rede estadual que deram seu precioso voto para a gangue do Aécio, venho aqui me reiterar com um pedido de desculpas. Afinal professor, você não precisa de castigo, o castigo certamente lhe será dado nesses próximos quatro anos, você precisa é de ajuda.
Mas claro, para que possa ser ajudado, você precisa primeiro admitir que tem “pobrema”. (só não admita em público, pois pode correr o risco de ser agredido por algum colega que nesse momento está insano de raiva e decepção com os traidores da classe). Mas admita, para você mesmo. Diga em frente ao espelho. Meu nome é fulano, votei no Anastásia, no Aécio e no Itamar, tenho “pobrema” e preciso de ajuda. Depois dessa difícil declaração de culpa, o segundo passo é descobrir o grau da patologia que lhe acomete.
Se você é do tipo que tem vergonha de dizer que votou, que prefere folhear uma revista, pedir receita de bolo, ou falar de futebol quando o assunto surge na sala dos professores, fique calmo. Seu caso é passível de cura.
Você sabe que votou errado, que agiu em um momento de fraqueza por medo de perder o 14º ou de a inconstitucional LC100 cair, haver um concurso e você perder a seu emprego. Calma é compreensível. Anos recebendo esse salário péssimo, sem condições para assinar uma revista, para fazer um curso de atualização, para comprar um livro, te deixou inseguro, com medo de não passar em um concurso público. Agente entende, você está com baixa auto-estima, se sente um profissional medíocre. É assim mesmo que a gangue do Aécio quer que você se sinta. Você é uma vítima do sistema.
O que resta a você agora, é tentar agüentar mais quatro anos de humilhação e procurar se informar e se preparar mais para perder esse medo de concurso que você tem. E claro, tentar se livrar do vício do 14º, aos poucos. Ao invés de usá-lo para pagar novas dívidas, use-o para investir em cursos de reciclagem, para comprar livros. Dessa forma irá vencer a gangue do Aécio com as armas deles mesmos.
Mas se você é do tipo que se orgulha de ter votado, que bate no peito para dizer que contribui com essa catástrofe, que defende a linha verde, (mesmo morando em Contagem, Betim, Esmeraldas, Nova Lima e adjacências interioranas, e jamais precisar passar por lá, até por que, o que que professor vai fazer em Confins? No máximo buscar um parente sem coragem de gastar 200 reais em Táxi). Que tem orgulho de ter em seu Estado um cartão postal tão lindo quanto a cidade administrativa, (que aliás é inadministrável, pois está afundando em solo argiloso, levando mais de dois bilhões de dinheiro público para o buraco). E se sente orgulhoso de saber que o achatamento de seu salário nos últimos oito anos, contribuiu com o “eficiente” choque de gestão, e por tanto, com a faraônica cidade adiministrativa...
Seu caso é mais grave. Está hipnotizado pelas centenas de propagandas do Aécio que passam o dia inteiro na televisão, e que estão em todos os jornais. Seu caso é tão grave que acreditou na “competência” de Aécio e Anastásia e votou no Itamar só por que eles pediram. Seu tratamento é mais longo, vai precisar de um pouco mais de senso crítico. Por isso a primeira coisa a fazer é parar de assistir televisão e de ler o Super. Mas se essas forem as únicas fontes de entretenimento e informação que seu salário lhe permite, vai ter que fazer uma terapia diária, para parar de dar crédito á essas propagandas. Acredite meu amigo, é tudo mentira, sim mentira como coelhinho da páscoa, papai Noel e aumento salarial, só ilusão. Não acredite no que dizem aqueles simpáticos atores globais, é tudo mentira.
É só você olhar para a escola em que você trabalha, parece com a da propaganda? Os hospitais são tão bonitos como os da propaganda? As pessoas que você conhece que usam os serviços públicos de saúde estão tão satisfeitos quanto os da propaganda? Você conhece alguma professora do Estado tão feliz e bem vestida como a da propaganda? Então meu filho, é tudo mentira.
Mas agente te perdoa por ter sido enganado, afinal foram muito mais de oito milhões do seu dinheiro investidos nisso. Diga, isso é mentira, toda vez que perceber que está sendo tocado por essas propagandas. Repita, e reflita, você tem mais quatro anos para se curar, e nós precisamos que você se cure. Ah! É muito importante que esse tratamento seja feito por toda a família, que a esse momento deve estar toda contaminada.
Mas meu amigo, se você só votou na gangue por falta de opção, sinceramente, tô com medo de você. Deve procurar ajuda urgentemente, pois é o mais nocivo de todos dado o seu perigo de contágio. Está alienado, sendo usado como massa de manobra do sistema, e considerando sua influencia direta com as crianças e jovens pelo exercício de seu papel social de formador de opinião, pode, somado á péssima qualidade de educação que essas crianças têm acesso e às famílias em que são criadas, infectar toda uma geração com sua apatia e falta de ideologia política.
Se ainda é jovem tem chance de cura. Procure se politizar urgentemente para parar de se influenciar por pesquisas, e sair do senso comum. Mas se é do tipo que passou a vida toda trabalhando no estado, que não lê, não discute política, acha que político é tudo igual, esta esperando “só” mais dez anos para se aposentar e como já tem férias premio, biênio, qüinqüênio, triênio, para você tanto faz como tanto fez, você não tem cura, virou arma do sistema, objeto ativo de destruição das ideologias, deve ser tirado logo de circulação. Seu título de eleitor se tornou uma arma letal. Amigo, você não vota, comete crimes contra a sociedade. Acredito que votou em Pinduca, Newton Cardoso, João Bosco do New Texas, e até sei por que, por que eles nasceram na sua terra, foram seus vizinhos, te ajudaram quando veio da roça, asfaltaram seu bairro. Torço do fundo do coração para que se aposente logo.
E você colega de escola, que está revoltado com seus colegas eleitores da gangue, tente entender. “Es tem pobrema”. Estão todos doentes e precisam de ajuda e compreensão. Tente identificar o grau do “pobrema”. Nos primeiro e segundo casos você pode ajudar. Dê-lhes um abraço, diga que os entende e os perdoa, tenha paciência e persistência, pois eles vão resistir. O terceiro caso, dependendo das condições apresentadas acima está perdido, o melhor é se afastar e se imunizar com doses diárias de informação e senso crítico.Boa sorte.
Ah! Já ia me esquecendo. Se você é rico, dono de empreiteiras de construção civil, de empresas de ônibus, de agencias de publicidade, de hospitais e escolas particulares, e só leciona por hobby. Desconsidere os dizeres à cima. Você não tem “pobrema” não. Votou certo. Rico tem mais é que votar na gangue do Aécio e em todos os outros candidatos do PSDB, por que vou te contar viu, o governim que é bom pros rico, benzadeus....
Fonte: Monique Pacheco
Professora e bacharel em história pela PUC-MG

3 comentários:

  1. Estou feliz com a repercussão do meu texto, mas imensamente triste de ter que escrever um texto assim. Espero que ele ajude a conscientizar a classe, para que não caia nos mesmos erros nas próximas eleições. Obrigado por publicá-lo aqui. Pode publicar todos que gostar.

    ResponderExcluir
  2. Excelente texto,precisa ser divulgado aqui em Inhapim,pois a carapuça vai servir direitinho.

    ResponderExcluir
  3. Escelente texto professora. Uma lavada na alma dos professores. Lei 100 (inconstitucional), incapacidade de ser aprovado em concurso, 14º...tá ficando rídiculo. Como disse a colega Marlene a carapuça vai servir direitinho. Mas não só em Inhapim!

    ResponderExcluir